Skip to content

Conceito pré-concebido

agosto 2, 2011

As pessoas têm pré-conceito. Pra mim isso é fato. Ou dizendo de outra forma: as pessoas têm conceitos sem fundamentos.

Conceitos sem fundamentos são opiniões, e não conceitos. Conceitos são formados a partir de argumentos, fatos, experiências. O que você acha de expressões ditas por aí? Ou como você se expressa ao falar sobre algo que não tem certeza? Se você não sabe, nunca viu, nunca foi, nunca experimentou, você tem sua opinião a respeito do assunto.

Percebo a dificuldade da maioria das pessoas em mudar de opinião depois de serem expostas a argumentos. E as discussões embasadas em opiniões, levam a algum lugar? Eis que surgem discussões sem fim. É difícil ouvir algo parecido: “…eu não sei a respeito. Você tem sua opinião e eu tenho a minha, vamos continuar nossas vidas?

Creio que a melhor forma são todos exporem seus conhecimentos sobre o assunto e também suas opiniões, se concordam ou não. Quem souber mais a respeito do assunto fica com a palavra naturalmente. Se alguém não tiver fundamentos e quiser impor sua opinião,diga: “quem seu eu pra mudar sua opinião? Já está formada.” Pronto, assim ela ficará quieta.

Você gosta de jiló? E de joelho de porco? Já comeu? Já viu o prato alguma vez? E se fosse apresentado como um pernil suíno assado, qual seria sua impressão sobre o prato?

Se na prateleira de água mineral engarrafada no supermercado tivessem garrafas transparentes e garrafas pretas lado a lado, qual você compraria?

Qual a força de seu rigor à mudanças de padrão? Compensa mantê-la do jeito que está?

É possível sim mudarmos nossos padrões. Crescemos e fomos criados construindo nossos valores de acordo com o que fomos expostos. Podemos sim mudar esses valores para melhor.

Quando for responder não gosto, não quero, acho melhor do meu jeito, isso é coisa de criança, isso é coisa de velho pare e pense. Já tive essa experiência? Já passei por isso? Já comi essa coisa? Já fiz isso de forma diferente?

Dê oportunidade a você mesmo para novas experiências. Escute o outro, avalie, assuma que você tem conceitos sem fundamentos e/ou pré-estabelecidos, seja receptivo ao novo até em pequenas coisas… um novo caminho, uma marca diferente….

Aumente seus limites, experimente.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Elder L de Santis permalink
    janeiro 6, 2012 22:18

    Olá Marcelo. Ao seu texto também pode ser somado o conceito de senso comum e senso crítico, entendendo o senso comum a repetição de ideias de outros, sem passar por uma análise. São ideias como “todo político é corrupto”, “todo senm-terra é vagabundo” e frases desse tipo? De onde se originaram essas ideias? Com que interesse elas foram veiculadas pelas midias? O que se espera com a repetição delas?
    A solução – como você mesmo apresentou – é a busca do conhecimento, seja pela leitura, seja pela experimentaçao.
    Um abraço!
    Elder

  2. janeiro 15, 2012 13:36

    Oi Elder, obrigado pelos comentários.
    Escrevi o texto por me sentir incomodado em escutar imposições de opiniões e expressões de “certezas”, sem mesmo perceberem de onde vem essa certeza.
    Pode ser somado sim esses conceitos de senso comum, acho perigoso generalizar, alguém sempre acaba sendo ofendido.

    Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: