Skip to content

Os grandes não quebram os pequenos! Os pequenos que se deixam quebrar

março 4, 2014

Você acha que as grandes empresas quebram as pequenas locais? Após Walmart, Pão de Açúcar e outros se instalarem em uma cidade os pequenos mercados são prejudicados? Eu acho que NÃO. O Ricardo Jordão Magalhães da BizRevolution (o cara é animal, no bom sentido) postou uma foto na página dele do Facebook de um peito de perú fatiado no PDA por R$32,90/kg e questionou: “E as coisas cada vez mais absurdamente caras. Os Wal-Marts e Pão de Açúcar e Carrefours da vida QUEBRARAM as pequenas empresas e agora nadam de braçada dizendo que tem o menor preço do Brasil. Galera, POR FAVOR, não deixem essas grandes empresas tomarem conta do mundo. Eles vão destruir tudo!” Image Eu respondi: Screen Shot 2014-03-04 at 10.55.49 AM – Os pequenos precisam se mexer, senão quebrarão mesmo. Se vendem o mesmo produto dos grandes, devem fortalecer sua força local! Outra pessoa entrou na conversa: Screen Shot 2014-03-04 at 11.14.29 AM – Está aí uma ótima oportunidade! Criar uma app que permita o usuário compartilhar locais onde os preço estejam melhores. Isso certamente ajudaria os pequenos empórios e negócios locais. GO LOCAL! Quebra tudo! Respondi de novo: Screen Shot 2014-03-04 at 11.14.37 AM – Pequenos e locais nunca terão preços melhores q os grandes!! Precisam pegar o coração do cliente, olho no olho! E o Ricardo: Screen Shot 2014-03-04 at 11.14.54 AM – Marcelo Alcantara Whately Os grandes estão caros para caraio! Um Wal-mart da vida tem mais funcionarios e custos do que a vendinha da esquina. O ponto é que os grandes vendem X produtos abaixo do preço para atrair a galera e ganhar nos outros produtos. No final, as compras em um walmart da vida saem mais caro do que em um Mambo ou qualquer rede menor ainda. Concordo com ele: Screen Shot 2014-03-04 at 11.15.04 AM – Tens razão Ricardo Jordao Magalhaes.  Mas mesmo assim acho q estão atraindo os consumidores mais q os pequenos, já q estes estão quebrando.  Acho q a maioria dos pequenos está lenta em relação aos grandes… Lenta em criatividade. Se os clientes vão aos grandes mesmo estando mais caros, o pequeno precisa explorar sua proximidade com o consumidor para este abrir mão da facilidade/comodidade do grande e ir apreciar o serviço/charme/customização/etc… do pequeno. O que acredito é isso! Sim, os grandes nem sempre são os mais baratos, ele dizem que são, divulgam só uma gama de produtos com preço atrativo e abusam no preço dos demais produtos. Agora, se os pequenos estão quebrando por causa dos grandes, o problema é dos pequenos! Os grandes estão trabalhando, fazendo a sua parte. Nada mais justo do que os pequenos também fazerem. Os grandes têm ferramentas, tecnologia, estratégias de comunicação etc…. Tudo para atrair e influenciar nossa decisão de consumo a favor deles. E qual o problema, é o papel deles! Além disso, ferramentas, tecnologia, estratégias de comunicação etc…. estão acessíveis para os pequenos também!! A questão é: os grandes não quebram os pequenos, são os pequenos que se deixam quebrar. O Ricardo continuou a conversa: Screen Shot 2014-03-04 at 11.15.14 AM – Marcelo Alcantara Whately Sim… São várias coisas… Os pequenos são lentos, não tem criatividade, e não conhecem as ferramentas que poderiam usar para vencer os grandes; MAS todo tipo de ferramenta que os grandes usam já tem versão pequena empresa. Os pequenos podem ter CRM, cloud, ecommerce, BI etc; outra coisa que temos que lutar para diminuir é o próprio tamanho desses walmarts da vida. Por que temos que comprar nesses hipermercados??? Vinte anos atrás você comprava carne no açougue, pão na padaria, remédio na farmácia. Por que tem que ser tudo em um lugar???? Porque esses fucking bastards querem que você compre o que não presta, como bolachas recheadas, refrigerantes, iorgurtes etc etc etc. Mas pense um pouco: você precisa desses lixos que você encontra no tal do “one-stop-shop” para ter uma alimentação saudavel??? NEM A PAU!!! O velho açougue, a velha feira na rua, a velha farmácia, e a velha padaria já resolvem o assunto. E respondi: Screen Shot 2014-03-04 at 11.15.25 AM – Pois é Ricardo Jordão Magalhães, o que quis dizer é exatamente isso. As one-stop-shops estão atraindo clientes melhor do que os locais.  Porque temos que lutar para diminuir o tamanho desses caras? Deixa eles….estão trabalhando…. Nós pequenos que precisamos nos mexer. Como vc mesmo disse, ferramentas já existem, a questão é o pequeno mudar o que faz há décadas. Se as pessoas não compram mais como há vinte anos, porque os pequenos devem continuar como eram há 20 anos? E se os grandes querem q compremos estes lixos, por que nós compramos? A decisão é de cada um, não?  E os grandes fazem de tudo para influenciar a decisão de seus clientes, é o trabalho deles!!! É isso! Nós, pequenos, podemos aproveitar muito melhor o contato direto com o cliente. Os grandes não têm essa proximidade, nos analisam só por dados, conforme nossas compras, fluxo pela loja etc… Nós pequenos temos os clientes vindo para nos ver! Em casos de produtos comuns, o pequeno atrairá seu cliente por outros motivos, daí a importância da criatividade. O pequeno pode sentir o consumidor, o grande não. E em casos de produtos exclusivos, melhor ainda! O pequeno que vende um produto que não está nas prateleiras do grande tem uma bela vantagem. É só trabalhar com as preferências, exigências, desejos, prazeres, reclamações, sugestões, conselhos que o cliente nos passa, diretamente ou indiretamente. Consegui expor minha opinião?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: